Como “passei” no exame de certificação COBIT® Foundation

19 07 2013

CobiTAproveitando que estou de férias, resolvi fazer a prova de certificação do COBIT® pela segunda vez (veja aqui como reprovei da primeira vez). Apesar de já estar sendo aplicada a certificação da versão 5, eu fiz a da 4.1, pois esta é a versão deste framework o que está mais difundida entre as empresas, e levará um tempo considerável para as empresas migrarem da versão 4.1 para a versão 5. Neste post vou apresentar o  COBIT®, vou falar do curso que fiz, dos simulados e da prova.

COBIT®

Segundo Fagundes, o COBIT® é um guia para a gestão de TI recomendado pelo ISACF (Information Systems Audit and Control Foundation, http://www.isaca.org). O COBIT® inclui recursos tais como um sumário executivo, um framework, controle de objetivos, mapas de auditoria, um conjunto de ferramentas de implementação e um guia com técnicas de gerenciamento. As práticas de gestão do COBIT® são recomendadas pelos peritos em gestão de TI que ajudam a otimizar os investimentos de TI e fornecem métricas para avaliação dos resultados. O COBIT® independe das plataformas de TI adotadas nas empresas. (http://www.efagundes.com/artigos/COBIT.htm)

Para Pinheiro, a disciplina Governança de TI e o modelo COBIT® interessam aos profissionais que participam de auditoria em sistemas de informação, implantam e gerenciam processos de TI. Esta não é uma certificação muito indicada para profissionais técnicos, é uma certificação endereçada mais aos profissionais na área de gestão de TI. Se você não está envolvido ou não pretende atuar em alguma função gerencial ou de qualidade de processos, certamente esta certificação não irá ajudar sua carreira. (http://tiexames.com.br/curso_GOV_TI.php#FAQ)

Curso

A licença que adquiri para o curso tem o prazo de um ano, ou seja, eu assisti novamente o mesmo curso que já havia feito no inicio do ano, para relembrar de todos os conceitos. O curso em questão é o preparatório da TIEXAMES. É um curso com carga horária de 16 horas e aborda o conteúdo para a certificação da versão 4.1 do COBIT®, sendo que o curso oferece módulos extras de migração para o COBIT® 5, com uma carga horária total de 4 horas. Desta forma, é possível conhecer a nova estrutura do framework.

Além de falar sobre a estrutura do COBIT®, o curso aborda diversos conceitos da governança de TI de outros modelos relacionados com a Governança de TI (ITIL V3, ISO/IEC 38500, ISO/IEC 20000, ISO/IEC 27001, PMBOK, PRINCE2, CMMI) pois, na prova de certificação, podem cair perguntas sobre os conceitos apresentados.

Simulados

Volto a afirmar que achei este curso mais complicado que o de ITIL e ISO27002, pois se trata de um assunto voltado para gestores e, como sou da área técnica, acabei ficando um pouco perdido em certos momentos do curso. Ao terminar todos os módulos, iniciei a leitura do material complementar sugerido pelo instrutor. Assim que revisei tudo, iniciei os simulados. Fiz os 4 simulados de 40 questões cada na mesma tarde em que fiz o exame. Consegui um bom desempenho nos simulados, o que me deixou confiante para fazer a prova.

Certificação

A prova de certificação  COBIT® 4.1 Foundation custa U$150,00 e consiste em 40 questões, sendo necessário acertar no mínimo 28 (70%) para obter a aprovação. O exame pode ser realizado em até 60 minutos e é 100% online. Não é necessário ir até um centro de exames credenciado, pois a ISACA oferece esta facilidade onde o candidato escolhe a melhor data e horário para realizar a prova, seja durante um fim de semana ou feriado. Também não há mais a exigência de um proctor (pessoa responsável por acompanhar o exame para certificar que o candidato não está trapaceando).

Assim que eu comprei a prova, o acesso foi liberado imediatamente. Iniciei o exame com menos nervosismo do que da primeira vez, mas ainda estava preocupado pois se ocorresse algum tipo de pane com a rede elétrica, com a Internet ou até mesmo com meu computador, a prova seria perdida e eu só poderia realizar uma nova prova efetuando uma nova compra. Mais uma vez utilizei o recurso de revisão, onde eu posso marcar as questões que tenho dúvida para revisar ao fim da prova (se houver tempo disponível). Marquei umas 10 questões para revisão e após ter revisado e alterado algumas respostas,  vi que faltavam menos de 10 minutos minutos para o fim e finalizei o exame. Desta vez, para minha surpresa, a minha nota final foi 80% e eu consegui a aprovação.

Um pouco sobre a prova COBIT® 5

A certificação COBIT® 5 está sendo feita pela APGM International. São oferecidos 3 níveis de certificação:

  • Foundation;
  • Implementação;
  • Avaliador.

A prova de certificação do nível Foundation é no formato de múltipla escolha. A prova contém 50 perguntas sendo necessário acertar 25 ou mais respostas (>50%) para a aprovação. O teste deve ser completado dentro de 40 minutos e é sem consultas. Este exame não tem pré-requisito. O valor da prova com o proctor remoto é de U$260,00 e, em um centro Pearson-VUE, é de U$295,00. O exame está disponível nos seguintes idiomas:
Inglês, Alemão, Espanhol (Latino-Americano) e Português (Brasileiro).

Desejo sorte para quem for tentar a certificação!

Até a próxima!

Veja também:

Material de apoio para a Certificação COBIT® 5

Certificação COBIT® 5

Como NÃO passei no exame de certificação COBIT® Foundation

Como passei no exame de certificação ISO27002

Como passei no exame de certificação ITIL®

COBIT® 5 Framework em Português

Anúncios




Como NÃO passei no exame de certificação COBIT® Foundation

22 01 2013

CobiTNo dia 07/01/2013, iniciei um intensivo de estudos para realizar a prova de  certificação COBIT® Foundation. No dia 16/01, fiz a prova de certificação, e não alcancei a nota mínima necessária para aprovação neste exame. Assim, resolvi fazer este post para contar um pouco sobre meu aprendizado e sobre a experiência de ter realizado a prova.

COBIT®

Segundo Fagundes, o COBIT® é um guia para a gestão de TI recomendado pelo ISACF (Information Systems Audit and Control Foundation). O COBIT® inclui recursos tais como um sumário executivo, um framework, controle de objetivos, mapas de auditoria, um conjunto de ferramentas de implementação e um guia com técnicas de gerenciamento. As práticas de gestão do COBIT® são recomendadas pelos peritos em gestão de TI que ajudam a otimizar os investimentos de TI e fornecem métricas para avaliação dos resultados. O COBIT® independe das plataformas de TI adotadas nas empresas. (http://www.efagundes.com/artigos/COBIT.htm)

Para Pinheiro, a disciplina Governança de TI e o modelo COBIT® interessam aos profissionais que participam de auditoria em sistemas de informação, implantam e gerenciam processos de TI. Esta não é uma certificação muito indicada para profissionais técnicos, é uma certificação endereçada mais aos profissionais na área de gestão de TI. Se você não está envolvido ou não pretende atuar em alguma função gerencial ou de qualidade de processos, certamente esta certificação não irá ajudar sua carreira. (http://tiexames.com.br/curso_GOV_TI.php#FAQ)

Curso

Mais uma vez optei pelo curso preparatório da TIEXAMES. Este é um curso com carga horária de 16 horas e aborda o conteúdo para a certificação da versão 4.1 do COBIT®, já que não há certificação para a versão 5 (lançada em 2012) até o momento. Mesmo assim, o curso oferece módulos extras de migração para o COBIT® 5, com uma carga horária total de 4 horas. Desta forma, é possível conhecer a nova estrutura do framework.

Além de falar sobre a estrutura do COBIT®, o curso aborda diversos conceitos da governança de TI de outros modelos relacionados com a Governança de TI (ITIL V3, ISO/IEC 38500, ISO/IEC 20000, ISO/IEC 27001, PMBOK, PRINCE2, CMMI) pois, na prova de certificação, podem cair perguntas sobre os conceitos apresentados.

Simulados

Desde o início, achei este curso mais complicado que o de ITIL e ISO27002, pois se trata de um assunto voltado para gestores e, como sou da área técnica, acabei ficando um pouco perdido em certos momentos do curso. Ao terminar todos os módulos, iniciei a leitura do material complementar sugerido pelo instrutor. Assim que revisei tudo, iniciei os simulados. Como haviam 4 simulados de 40 questões cada, optei por fazer dois no período da manhã, e os outros dois antes de fazer a prova, assim poderia ver o quanto fixei o conteúdo. Como nos dois primeiros simulados obtive nota de aprovação, resolvi fazer os outros dois simulados na noite do mesmo dia. Nesses dois últimos, também consegui nota suficiente para aprovação (ver resultados). Estes resultados me fizeram crer que eu estava preparado e assim decidi fazer a prova um dia antes do planejado.

Certificação

A prova de certificação  COBIT® Foundation custa U$150,00 e consiste em 40 questões, sendo necessário acertar no mínimo 28 (70%) para obter a aprovação. O exame pode ser realizado em até 60 minutos e é 100% online. Não é necessário ir até um centro de exames credenciado, pois a ISACA oferece esta facilidade onde o candidato escolhe a melhor data e horário para realizar a prova, seja durante um fim de semana ou feriado. Também não há mais a exigência de um proctor (pessoa responsável por acompanhar o exame para certificar que o candidato não está trapaceando). Essas facilidades somadas aos bons resultados nos simulados, fizeram com que eu tivesse certeza de que aquele seria o momento ideal para fazer a prova.

Assim que eu comprei a prova, o acesso foi liberado imediatamente. Iniciei o exame com muito nervosismo, pois se ocorresse algum tipo de pane com a rede elétrica, com a Internet ou até mesmo com meu computador, a prova seria perdida e eu só poderia realizar uma nova prova efetuando uma nova compra. Ao contrário das outras duas provas de certificação que fiz, desta vez utilizei o recurso de revisão, onde eu posso marcar as questões que tenho dúvida para revisar ao fim da prova (se houver tempo disponível). Marquei muitas questões. Fiquei muito inseguro. Alterei diversas respostas. Assim que faltavam pouco mais de 15 minutos para o fim, achei que estava tudo pronto. Porém, para minha surpresa, a minha nota final foi 67,50%. Por uma questão, não consegui aprovação.

O que aprendi com isso?

Meu primeiro erro foi que, mesmo me sentido preparado devido meus resultados nos simulados, eu deveria ter descansado para ter feito a prova somente no outro dia (como estava planejando inicialmente) para poder revisar novamente o conteúdo e também para fazer novamente os simulados.

Outro erro foi fazer a prova em casa, pois acabei ficando mais nervoso com possíveis problemas de instabilidade do que com a prova em si, sendo que eu planejava fazer a prova em um local que dispõe de nobreak e gerador de energia, além de um link de Internet de banda larga.

Com isto, aprendi que se tenho algo “certo” planejado, não devo arriscar  só pela emoção do momento. Além de reconhecer que deveria ter me preparado mais, pois mesmo com os simulados, não me senti seguro quanto ao domínio do conteúdo.

Bom, agora só me resta estudar mais e em breve realizar uma nova tentativa.

Até a próxima!

Atualização em 19/07/2013: Veja aqui como “passei” no exame de certificação COBIT® Foundation

Veja também:

Material de apoio para a Certificação COBIT® 5

Certificação COBIT® 5

Como “passei” no exame de certificação COBIT® Foundation

Como passei no exame de certificação ISO27002

Como passei no exame de certificação ITIL®





Como passei no exame de certificação ISO27002

10 08 2012

Desde meu último post (Como passei no exame de certificação ITIL®) em 18 de fevereiro, permaneci afastado das poucas atividades voltadas ao blog. Além de estar ocupado com atividades acadêmicas, um estágio na área da construção civil preencheu a lacuna dos meus finais de semana, e isso me trouxe aprendizados nas atividades de marcenaria, eletricidade, pintura, entre outros. Mas este não é o foco deste post, então vamos logo ao que interessa.

Desde o inicio do ano, já planejava uma certificação para o período das “férias” de julho. Estava entre a ISO20000 e a ISO27002. Coincidentemente, durante a disciplina de Serviços de Rede, tive acesso a norma 27002 para estudo. Decidi então que a certificação que eu faria seria a ISO27002 Foundation. Após pesquisar em blogs e fóruns, percebi que os profissionais que obtiveram essa certificação comentavam que o exame seria mais fácil e o conteúdo a ser estudado seria menos extenso que o do ITIL®.

Como eu não dispunha de muito tempo, resolvi comprar um treinamento na TIEXAMES, pois já tinha tido uma boa experiência com eles. O curso preparatório para a certificação ISO27002, é realmente menor em relação ao do ITIL®, porém não deixa nada a desejar. Os comentários da instrutora, que tem uma grande experiência em consultoria, fazem a diferença no curso e ajudam muito a lembrar de detalhes durante os simulados e, consequentemente, durante o exame.

A prova para esta certificação consiste em 40 questões, sendo necessário acertar no mínimo 26 (65%) e o tempo para sua realização é de uma hora. Eu consegui aprovação com 90% de acerto e levei em torno de 35 minutos. Foi uma prova bem tranquila, mas foi assim pois me dediquei nos estudos até conseguir bons resultados nos simulados. A  prova é oferecida em português e tem um custo de U$135,00.

Minha dica para quem quer tirar esta certificação:não se prenda somente a norma. Leia reportagens relacionadas ao assunto e procure entender as vulnerabilidades e quais os controles adequados para sua solução. Isto é importante pois na prova caem diversas questões que são estudos de caso. E claro, estude bastante e procure materiais de qualidade.





Como passei no exame de certificação ITIL®

18 02 2012

Já faz um tempo em que eu estava disposto a tentar me certificar em ITIL. Como nunca tinha feito nenhuma certificação, fui pesquisar como era o esquema de certificação. Descobri que o primeiro nível de certificação (Foundation) não exigia a participação em nenhum tipo de curso, sendo que isso ajudaria pois além de economizar dinheiro, eu não tinha tempo para frequentar um novo curso.

Como eu conhecia algumas pessoas que já eram certificadas, peguei alguns materiais e fui estudar sozinho. Os materiais que eu tinha em mão eram bem resumidos e nada extensos, o que me animou a estudar. Ao fim da leitura, fui praticar como estava meu conhecimento em simulados online.

Foi ai que percebi que havia algo de errado. Ou eu não havia estudado direito, ou o material não era bom. Os resultados dos simulados estavam sendo muito ruins e assim eu jamais conseguiria ser aprovado no exame.

Resolvi procurar “ajuda”. Em pesquisas na Internet, cheguei ao site TIEXAMES onde há um curso preparatório para o exame ITIL® V3 Foundation. Li atentamente todas as descrições sobre o curso, assim como depoimentos de ex-alunos. Solicitei uma demonstração gratuita do curso e a primeira vista, gostei do método de ensino. Tentado pelo argumento de 100% de aprovação, pelo método e pelo valor (bem acessível) fiz a minha inscrição.

Comecei a estudar em julho de 2011, mas devido alguns problemas, não consegui dar continuidade. Como a matrícula é válida por 1 ano, retomei os estudos na metade de janeiro. Estava sendo bem cansativo, pois eu estudava a noite e em alguns dias eu não conseguia estudar. Pensei em desistir, mas fui seguindo até que consegui concluir todos os estudos.

Assim que comecei a fazer os simulados oferecidos pelo próprio site na segunda-feira, marquei a data do meu exame para a quinta-feira. Fiz todos os 7 simulados (280 questões) e minhas médias não estavam sendo tão boas (entre 65 e 80%). Mesmo estando um pouco preocupado com isso, fui fazer o exame e foi onde me surpreendi.

Assim que começaram a vir as questões, fui percebendo que consegui entender o ciclo de vida do serviço proposto pela ITIL. Isso fez com que eu pudesse responder com convicção cada questão. Os mesmos tópicos que eu tive dificuldades durante os simulados, eu tive no exame. Mas mesmo assim eu estava confiante, pois não estava lá para gabaritar, mas sim para tirar 65%, o mínimo necessário para a aprovação.

Após 20 minutos do início do exame, eu respondi as 40 questões e decidi não revisar nenhuma. Após a mensagem de aprovação, fui surpreendido com um score de aprovação de 92%. Algo que eu não estava esperando devido minhas médias nos simulados.

Hoje eu entendo que estudar por conta própria nem sempre é um bom negócio. Seguir as orientações de uma empresa séria, que forneceu um roteiro de estudos e um material de ótima qualidade foi o melhor investimento que eu fiz. Por um pequeno valor, eu garanti a aprovação em um exame que custa U$150,00.

Aconselho à todos que estiverem interessados a fazer qualquer tipo de certificação, que procurem empresas sérias e não confiem apenas em materiais obtidos gratuitamente na Internet. O gratuito pode sair bem caro…

Boa sorte e até mais!

Veja também:

Vídeo: Tudo sobre ITIL v3 Foundation | Animado

EXIN Anywhere – Exams online

3EXIN Certified Integrator Secure Cloud Services3

Como passei no exame de certificação ISO27002

Certificação COBIT® 5








%d blogueiros gostam disto: