Livro: 1001 Fantasmas

19 10 2020

Vitor tinha uma vida normal, morava com seus pais até que um estranho parente surgiu na sua casa. Após ganhar a confiança da família, este parente convenceu os pais do garoto a viajarem pois ele ficaria responsável pela casa e pelo Vitor.

Mas, assim que seus pais viajaram, coisas estranha começaram a acontecer. Foi quando Vitor descobre uma sociedade chamada 1001 Fantasmas e resolver entrar em contato. Vitor consegue respostas de pessoas dos mais variados lugares do país e do mundo.

Vou confessar que não esperava muito deste livro, mas fiquei realmente admirado pela maneira como ele é. Com exceção do início em que a narrativa trata de ambientar o leitor com fatos e caraterísticas dos personagens, a maior parte do livro são cartas trocadas entre o Vitor e os demais membros da sociedade 1001 Fantasmas.

Apesar de esperar um pouco mais do desfecho da estória, no geral está obra voltada para o público infanto juvenil me agradou. Com este livro, encerro minha série (não planejada) de 3 livros para descontrair. Enquanto escrevo esta postagem, já tenho outro livro lido. Logo postarei sobre ele.





Livro: A Fantástica Fábrica de Chocolates

31 08 2020

Livro: A Fantástica Fábrica de Chocolates

Autor: Roald Dahl

Tradução: Dulce H. Vainer

Ilustrações: Cláudia Scatamacchia

Editora: Martins Fontes

 

Quando ouço falar em “A Fantástica Fábrica de chocolates” logo sou remetido ao passado, na minha infância com o flime clássico de 1971 passando no Cinema em Casa do SBT. O que eu não sabia, naquela época, é que o filme era baseado em uma obra literária.

Bom, até poucos dias atrás eu ainda não sabia disso (ou não me lembrava ou não me preocupava em saber). Foi quando eu estava trabalhando em um local que tem livros para as crianças. Quando vi esse título, fiquei decidido a lê-lo. E foi isso que eu fiz em apenas um dia, já que não é uma obra muito extensa.

A leitura é muito agradável e, no meu caso, era possível ir formando as imagens na minha mente com base no filme que eu assistia na infância (até hoje não assisti a versão de 2005). Após ler o livro, precisei assistir o filme para fazer as comparações, pois pra mim algo não se encaixava. Foi aí que percebi algumas diferenças. Não vou listar todas, mas as que julgo serem importantes:

  • Livro: O pai de Charlie trabalha em uma fábrica, é demitido e passa a varrer a neve nas ruas
  • Filme: O pai é citado como sendo falecido

 

  • Livro: A história se passa entre Janeiro e Fevereiro, no inverno em Londres
  • Filme: A história se passa entre Setembro e Outubro, no outono em Londres, assim as ruas não precisariam estar cheias de neve.

 

  • Livro: A família sabe das notícias pelo jornal impresso
  • Filme: A família sabe das notícias pelo noticiário da TV

 

  • Livro: Não há relato de cupom falsificado
  • Filme: O 5º cupom, encontrado no Paraguai, é falso

 

  • Livro: Cada criança pode levar 2 acompanhantes para a visita
  • Livro: Cada criança pode levar apenas 1 acompanhante para a visita

 

  • Livro: Violeta vê os esquilos que testam as nozes e quer um, quando é atacada pelos mesmos e então jogada no lixo
  • Filme: Violeta vê os gansos que põem ovos de ouro e quer um, quando sobe na balança que testa os ovos e é jogada no lixo

 

  • Livro: Ao passar pela sala das bebidas espumantes, há uma rápida explicação de que elas fazem as pessoas flutuarem e é necessário arrotarem para descer
  • Filme: Ao passar pela sala das bebidas espumantes, Charlie e seu avô provam a bebida escondidos, começam a flutuar e chegam perto de uma hélice de ventilação no teto, quando seu avô descobre que é necessário arrotar para poder descer.

 

  • Livro: Assim que o sr. Wonka vê que só restou o Charlie, ele logo dá a notícia que a fábrica será dele no futuro
  • Filme: Assim que o sr. Wonka vê que só restou o Charlie, ele informa que não dará nada pra ele pois eles beberam uma bebida quando estavam sozinhos, sendo assim quebraram o contrato. Mas, logo após devolver um doce que havia ganhado (que seria vendido a um concorrente), Willy Wonka reconsidera e dá a fábrica para o Charlie.

 

Há outros detalhes diferentes, mas esse post está ficando grande. Li em alguns lugares que o filme de 2005, com Johnny Deep é mais fiel ao livro. Mas me contem: Já conheciam o livro? Assistiram o filme? Qual versão? Contem para mim!!!





Livro: Dom Quixote

31 08 2020

Livro: Dom Quixote

Autor: Miguel de Cervantes

Tradução e adaptação: Walcyr Carrasco

Editora: Moderna

 

Dom Quixote de la Mancha e Sancho Pança eram nomes conhecidos por mim, mas eu não conhecia sua história completa. Obra de Miguel de Cervantes, que tem o resumo da história de sua vida apresentada nesse livro, é um clássico da literatura mundo afora.

Com pouca lucidez e uma imaginação sem limites, Dom Quixote parte em uma jornada de aventuras com o objetivo de proteger os menos favorecidos. Na companhia de seu fiel escudeiro, o que ele faz é exatamente o contrário. Causa confusões desnecessárias, fere inocentes, destrói o patrimônio privado e liberta criminosos.

Apesar de seu escudeiro Sancho Pança ser lúcido, não conseguia conter as trapalhadas do Dom Quixote, mas não o deixava de seguir pois tinha a ambição de ser bem recompensado pelas suas aventuras.

Walcyr Carrasco adaptou muito bem esse livro focado no público infanto juvenil, com uma linguagem de fácil compreensão e uma leitura bem fluída, é possível ficar preso na leitura sem que esta se torne monótona.

Sei que existem adaptações em que a história é mais rica em detalhes, e mais longa. Mas eu recomendo esta versão para os jovens que querem conhecer este clássico mundialmente conhecido e amplamente adaptado em filmes, desenhos, séries e peças teatrais.





Livro: O Segredo

21 06 2020

Livro: O Segredo

Autora: Rhonda Byrne

Editora: Ediouro

“O que está em cima é como o que está embaixo. O que está dentro é como o que está fora” (Tábua de Esmeraldas, cerca de 3000 a.C.)

Após passar por um período conturbado em sua vida, a autora ganhou de sua filha um exemplar do livro A Ciência de Ficar Rico. A leitura a fez perceber que há uma relação entre comportamento e sucesso. Para validar tal afirmação, ela viu que esse comportamento era praticado por grandes nomes da nossa história, como Galileu, Beethoven, Eistein e outros.

Byrne decidiu revelar o “Segredo” que fez essas pessoas alcançarem o sucesso por meio de um filme. Então, ela reuniu grandes nomes vivos para compartilharem sua visão do Segredo.

Ainda não assisti ao filme, mas ao ler o Segredo, posso afirmar que é tão simples que o torna complexo. Os ensinamentos do livro não são difíceis. Mentalizar o que se quer alcançar pode parecer simples, mas tente aplicar isso na sua vida e você verá o quão complexo é…

Senão seria fácil. Bastaria ficar o dia inteiro mentalizando “quero ganhar na loteria” e pronto! Quando na realidade você vai alcançar coisas na sua vida por meio de mudanças de hábitos e vivendo uma vida plena.





Livro: Pai Rico, Pai Pobre

20 06 2020

Livro: Pai Rico, Pai Pobre

  • O que os ricos ensinam a seus filhos sobre dinheiro

Autor: Robert T. Kiyosaki, Sharon L. Lechter

Editora: Campus

Já faz mais de 5 anos que tenho este livro em casa. Comecei a ler no passado, estava gostando. Por algum motivo abandonei a leitura. Agora, em 2020, achei oportuno retomar a leitura.

Atualmente, há uma certa onda de “influenciadores” investidores, e eles recomendam ler Pai Rico, Pai Pobre devido seus ensinamentos.

Neste livro, Robert Kiyosaki conta a sua história de vida. Na sua infância, no Havaí, ele aprendeu a diferenciar as aparências da realidade. Tenho um pai professor e funcionário do governo, percebeu que uma carreira publica não significa estabilidade financeira. Já o pai de seu amigo, empresário de vida simples, ensinou como fazer o dinheiro trabalhar para ele por meio de lições práticas.

Assim como todo ensinamento que envolve investimentos financeiros e renda passiva, não vou dizer que dá para absorver tudo a aplicar em sua vida com perfeição. O importante é começar a entender o funcionamento do dinheiro e ver que trocar seu tempo, trabalhando para alguém, e receber um valor por isso nem sempre é um bom negócio.

Há casos e casos. cada pessoa tem uma realidade e uma vida diferente. Nem sempre é possível mudar completamente, mas a busca pelo conhecimento para tentar sair da “corrida dos ratos” deve ser continua para quem está cansado de batalhar e não conseguir ter grandes conquistas.





Livro: Poder e Alta Performance

14 03 2020

livro-poder-e-alta-performance-poder-autorresponsabilidade-D_NQ_NP_933985-MLB40581419271_012020-FLivro: Poder e Alta Performance

  • O manual prático para reprogramar seus hábitos e promover mudanças profundas em sua vida

Autor: Paulo Vieira, PhD

Editora: Gente

Do mesmo autor do best-seller “O poder da ação”, Paulo Vieira fez uma releitura do seu livro “O poder verdadeiro”. Com prefácio de Augusto Cury, o autor promete mudanças e hábitos e crenças em 4 meses.

Maravilhoso, não???

Quando iniciei a leitura deste livro, o fiz com certa relutância, já que o autor denomina-se coach, e eu tenho certo receio com este tipo de profissional, pois percebo que há uma certa banalização dessa atividade e qualquer um considera-se um coach. Claro que, não conhecendo o autor, preferi deixar meus conceitos de lado e dar sequencia na leitura.

O início do livro parece mais uma propaganda do método (curso) criado pelo autor, chamado Coaching Integral Sistêmico® (CIS), já que o Paulo usa diversos depoimentos de pessoas que pessoas que foram seus alunos no curso.

Com o passar dos capítulos, o livro vai abordando temas que eu achei bem interessantes, pois são relacionados a comportamentos que podem ser identificados pelo leitor como “problemas” e o autor apresenta formas de solucionar estes problemas, por meio de mudanças comportamentais.

O interessante é que o autor sugere exercícios, na qual o leitor precisa responder certas perguntas nos capítulos. A proposta é que essas perguntas sejam respondidas duas vezes: a primeira durante e a segunda após o término da leitura, ou seja, quando os ensinamentos do autor já estiverem surtindo efeitos nos leitor.

A minha ressalva para a leitura do livro é que seja feita de mente aberta. O que quero dizer com isso é que muitas vezes o autor indica que, se determinada pessoa vive uma situação ruim, essa pessoa é responsável pela situação em que se encontra. Dependendo do estado psicológico e emocional do leitor, tais afirmações do autor podem ter efeito negativo, deixando o leitor mais para baixo do que se encontra.

Não posso deixar de mencionar que o autor segue fundamentos cristãos, e ele faz menção a diversas passagens bíblicas. Isso é um problema? Não! Mas para alguns isso pode ser incomodo. Independente do motivo de cada um, isso é algo importante a ser considerado para quem quer ler este livro ou outras obras do Paulo Vieira.

Sendo assim, recomendo a leitura deste livro, mas desde que o leitor não esteja sendo afetado negativamente. Caso isso aconteça, abandone o livro e procure ajuda em outras leituras, com amigos, familiares ou com profissionais.





Livro: O pirata eletrônico e o Samurai

19 02 2020

kevon_Livro: O pirata eletrônico e o Samurai

  • A verdadeira história de Kevin Mitnick e do homem que o caçou na estrada digital

Autor: Jeff Goodell

Editora: Campus

Desde 2003, quando ingressei em uma graduação de computação pela primeira vez (só me formei na quarta tentativa), eu ouço falar em Kevin Mitnick. Referencia mundial como transgressor da lei, invasor de computadores e sábio utilizador de engenharia social, este livro conta como foi a caçada realizada por Tsutomu Shimomura.

Este evento foi representado no filme Hackers 2 – Caçada Virtual, mas o interessante do livro é que muitos detalhes são explorados e algumas coisas fazem mais sentido do que quando se assiste ao filme. Desde o inicio da vida de Kevin Mitnick as coisas foram conturbadas. Crescendo em uma região sem grandes perspectivas de vida, presenciou a separação de seus pais e sofreu abuso de um padrasto (algo que ele não gosta de falar).

Passou a juventude cometendo delitos digitais, que o levaram à prisão por um tempo. Depois de violar a condicional, já que não cumpriu a ordem de ficar afastado de computadores, Kevin invadiu o computador de Tsutomu Shimomura, que não descansou enquanto não deteve seu novo inimigo virtual.

O livro levanta algumas questões interessantes, como a falta de conhecimento técnico da parte de Kevin e a arrogância e superioridade de Shimomura. Com muitos detalhes e jargões técnicos, a leitura é bem fluida e agradável. A publicação foi em 1996, mas isso não tira o interesse que a narrativa cria a cada capítulo lido.





Livro: Paul Allen – O homem por trás do mito

9 02 2020

Paul AllenPaul Allen – O homem por trás do mito

  • A criação da Microsoft segundo seu cofundador

Autor: Paul Allen

Editora: Elsevier

Apesar do nome Bill Gates ser o principal nome quando se pensa em Microsoft, Paul Allen (★1953 – ✝️2018) teve uma representatividade enorme para que a empresa tivesse seu inicio e chegasse até o sucesso que é hoje.

Para quem conhece um pouco mais da história da informática, sabe que Paul Allen está para a Microsoft assim como Steve Wozniak está para a Apple, ou seja, seus nomes não são lembrados facilmente mas sem eles tais empresas não existiriam.

Neste livro, Paul Allen conta como foi seu inicio com a informática, como conheceu seu parceiro de negócios e como transformaram o setor de computadores pessoais até a sua decisão de se afastar da Microsoft por motivos de saúde.

Paul Allen teve participação em diversos negócios “incomuns” para um homem do setor de tecnologia. Fã de Jimi Hendrix, fundou o museu “Experience Music Project Museum“. Fã de esportes, foi dono do time de basquete “Portland Trail Blazers” e do time de futebol americano “Seattle Seahawks“.

Allen também se aventurou com aeronaves para transporte espacial, iates luxuosos e parcerias musicais com Bono Vox e Mick Jagger. Sinceramente, esse livro não agrada qualquer um, pois a leitura é cheia de termos técnicos, o que a tornam cansativa em alguns momentos, mas quem já tinha uma noção de quem era Paul Allen, a leitura é riquíssima de informações.

Devo confessar que está sendo difícil escrever este post logo após concluir a leitura desse livro, pois ainda estou eufórico com tudo que o Allen fez em sua curta vida e não quero dar spoiler para não estragar a leitura de ninguém. Fica aqui a minha recomendação deste título.

Outra recomendação é o Filme: Piratas da Informática





Livro: Sem Limites

31 01 2020

Livro - Sem Limites - A Historia da Netshoes

Livro: Sem Limites

  • A História da Netshoes

Autor: José Eduardo Costa

Editora: Gente

“Da pequena loja de sapatos ao maior e-commerce esportivo da América Latina”

Vou ser sincero com vocês, caros leitores. Eu não sabia exatamente o que esperar deste livro ao comprá-lo por R$4,99 e frete grátis, em uma promoção, no próprio site da Netshoes.

O livro trás a história dos primos Marcio e Hagop, ambos com certa insatisfação em seus empregos e querendo algo novo em suas vidas. Tudo começou em 1999 com o planejamento e montagem da primeira loja física Netshoes.

O autor soube explorar bem os detalhes, mostrando como os primos usaram as vantagens que tinham nas mãos, como a experiência na área de calçados e não ter que pagar aluguel do primeiro endereço comercial, para ir conquistando mercado e encontrando o nicho correto no início da empresa.

Claro que não foi fácil. Como diz o ditado (não tenho certeza que seja um ditado): “Todos vêem as cachaças que eu tomo, mas ninguém sabe, dos tombos que eu levo”. Os primos encontraram muitas dificuldades, como a primeira maior decisão errada que foi abrir uma filial em um shopping de São Paulo.

Mas aos poucos eles conseguiram moldar o negócio, captar investimentos e trazer o pessoal certo para sua equipe. O livro explica como eles foram pioneiros no comércio eletrônico. Em uma época que poucos se arriscavam nessa área, ainda pouco explorada, os primos pensaram muito a frente de seus concorrentes, tratando o e-commerce da Netshoes com seriedade e profissionalismo.

De fotos com boa resolução a entregas rápidas, a Netshoes fez com que a compra online fosse uma experiência agradável aos consumidores. Isso fez com que, em determinado momento, os primos decidissem fechar as lojas físicas e ficar só com o e-commerce, expandindo sua operação para outros países.

O livro não é extenso, são 224 páginas, mas as linhas são bem espaçadas e o texto de fácil leitura e compreensão. A história, na minha opinião, é ótima e serve como motivação para entusiastas do empreendedorismo. Uma nova edição poderia incluir a venda da Netshoes para o Magazine Luiza. Também acho que a história poderia virar documentário ou um filme.

 





Livro: De Volta para o Futuro

22 05 2016

Livro De Volta para o FuturoLivro: De Volta para o Futuro

  • Os bastidores da Trilogia

Autor: Caseen Gaines

Editora: DarkSide Books

Para comemorar o 30º aniversário da saga que reinventou a ficção científica, com boas doses de humor e aventura, a DarkSide® Books tem o prazer de anunciar mais um lançamento imperdível para qualquer geek que se preze: DE VOLTA PARA O FUTURO: WE DON’T NEED ROADS – OS BASTIDORES DA TRILOGIA.” (Fonte: DarkSide Books)

Para quem já assistiu De Volta para o Futuro várias vezes nas sessões vespertinas na TV e já sabe tudo o que acontece mas mesmo assim não se cansa de assistir, este livro é o que faltava para completar a experiência de fã da trilogia. O livro relata desde o início da concepção do filme até recentemente, já que 30 anos depois, o filme continua sendo admirado por diversas pessoas e gera nostalgia ao ter alguma nova notícia, mesmo que seja um box comemorativo do filme em DVD.

Ao longo do livro, são relatadas situações conhecidas e outras nem tanto, já que a Internet possui registro de várias informações citadas no livro. Mas o que agrada é o enredo e a cronologia apresentava pelo autor, dando uma boa noção da época em que determinados fatos ocorrem, como a substituição de atores do primeiro para o segundo filme, ou até mesmo a substituição de alguns atores do primeiro filme que nem sequer apareceram no filme, como o primeiro ator escolhido para dar vida a Marty McFly.

Também são citados os fatos que motivaram a continuação do filme, a escolha de determinados objetos usados no filme, a dublê que quase morre, jogos de videogame , brinquedos de parque e muitos outros detalhes dos bastidores.  O livro possui capa dura com uma textura agradável. Seu interior é repleto de fotos e imagens e acompanha um marcador de páginas em formato do hoverboard. É um ótimo item para a coleção de fãs e entusiastas do filme!

 








%d blogueiros gostam disto: